O aplicativo A.DOT e suas potencialidades em relação à adoção necessária

Lara Bonemer Rocha Floriani, Raquel Miwa Regazzo

Resumo


Este artigo teve como objetivo a análise do aplicativo A.DOT e suas potencialidades em relação à adoção necessária. Considerando a recente criação do aplicativo pelo Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, juntamente com outras entidades e órgãos da Administração Pública, considerou-se relevante o estudo sobre o contexto do seu surgimento, suas funcionalidades e as conquistas já efetivadas. Deste modo, a partir do método dedutivo e das técnicas de pesquisa bibliográfica de entrevista pessoal, o artigo foi dividido em três partes. A primeira foi dedicada ao contexto de surgimento do A.DOT, a partir da Lei n. 13.509/2017, que dispõe sobre a adoção e altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90) e também a Consolidação das Leis do Trabalho (decreto Lei 5.452/43). Na segunda parte, o artigo tratou do aplicativo e das suas funcionalidades, mediante a apresentação dos termos de uso e dos requisitos necessários à sua utilização. Na terceira parte, foram indicadas as potencialidades do A.DOT, considerando o sucesso do Projeto Encontro, iniciativa que consagra ideais compartilhados pelos idealizadores do aplicativo. Ao final, foram tecidas considerações finais sobre a criação e o início da utilização do A.DOT, destacando-se os desafios que precisam ser superados a fim de se garantir sua utilização plena.


Palavras-chave


A.DOT; Adoption; Child and teenager; Court of Justice of the State of Paraná; Meeting Project

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Presidência

da República. 5 de outubro de 1988. Brasília, DF.

BRASIL.. Estatuto da Criança e do Adolescente, Câmara dos Deputados, Lei nº 8.069, de 13 de

julho de 1990. DOU de 16/07/1990 – ECA. Brasília, DF.

BRASIL.. GRUPO DE APOIO A ADOÇÃO CONSCIENTE. Disponível em:

http://adocaoconsciente.org.br>. Acesso em: 25 out. 2018.

BRASIL.. Lei 13.509 de 22 de novembro de 2017. Disponível em:

. Acesso em: 02

set. de 2018.

BRASIL.. Ministério Público do Paraná. ADOÇÃO - Lançamento oficial do aplicativo A.DOT.

mai. 2018. Disponível em . Acesso

em: 03 set. 2018.

BRASIL.. A.DOT. Disponível em . Acesso em: 04 set 2018.

CNJ. Adoção: Paraná formaliza 1º pedido feito por meio de aplicativo móvel. Disponível

em: < http://www.cnj.jus.br/noticias/judiciario/87347-adocao-parana-formaliza-1-pedido-feitopor-meio-de-aplicativo-movel >. Acesso em: 04 set. 2018.

CNJ. Cadastro Nacional de Crianças acolhidas. Disponível em:

. Acesso em: 03 out. 2018

CNJ. Cadastro Nacional de Adoção. Disponível em: . Acesso em: 03 out. 2018.

GRUPO DE APOIO ADOÇÃO CONSCIENTE. PROJETO ENCONTRO – Festa das

crianças e adolescentes. Disponível em: . Acesso em: 04 set.

MPRJ. Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro. //DOUTRINA SISTEMA “QUERO

UMA FAMÍLIA” PROTEÇÃO DO DIREITO À CONVIVÊNCIA FAMILIAR E

p. 17 de 17 Rev. Const. Dir. Bras., 1(1), e001 2018

COMUNITÁRIA DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES. Disponível em:

inal.pdf>. Acesso em: 03 out. 2018.

TJPR. Manual A.DOT. Disponível em:

. Acesso em: 03 out. 2018.

TJPR. Projeto A.DOT. Disponível em

. Acesso em: 03 de set. 2018.

TJPR. Corregedoria-Geral da Justiça e Conselho de Supervisão das Varas de Infância e

Juventude do Paraná lançam o Manual do Aplicativo A.DOT. Disponível em:

p_p_id%3D101_INSTANCE_9jZB%26p_p_lifecycle%3D0%26p_p_state%3Dnormal%26p_p

_mode%3Dview%26p_p_col_id%3Dcolumn-3%26p_p_col_count%3D2>. Acesso em: 03 de

out. 2018.

RENDAK, Adriana Milczevsky. Entrevista sobre o Projeto Encontro e o Aplicativo

A.DOT. Auditório do IEP – Instituto de Engenharia do Paraná. Curitiba: 06/09/2018, às 16h.

Entrevista concedida a Raquel Miwa.

VIVIAN, Daiana. Retrato do abandono. Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

Disponível em: < http://www.ufrgs.br/ensinodareportagem/cidades/crianca.html>. Acesso em:

out. 2018.

YOUTUBE. Capacitação para a produção de vídeos. – Publicado em 30 mai. 2018 – A.DOT

(Através deste video, é possível conhecer as melhores formas de produzir materiais de

qualidade para o A.DOT). Disponível em

Acesso em: 05 set. 2018.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais Lara Bonemer Rocha Floriani; Raquel Miwa Regazzo

URL da licença: https://creativecommons.org/licenses/by/4.0/deed.pt_BR